terça-feira, 4 de junho de 2013

História do Partido Nacional Socialista Russo

O Partido foi criado em 6 de Maio de 1993 com o nome de "Unidade Nacional Russa", posteriormente passaria a se chamar "Partido Nacional Socialista Russo". O fundador e líder é Konstantin Kasimovsky. Em 1992, depois da crise "Pridnestrovie" (conflito civil na Ucrânia) ele rompeu todo tipo de relações com a Frente Nacional Patriótica Pamyat (Memória) para criar o PNSR.

As bases ideológicas do PNSR estão baseadas em 4 princípios:

1 - Cristianismo Ortodoxo, a religião de nossos ancestrais;

2 - Estado Central poderoso, base da Ordem Ariana;

3 - Nacionalismo russo agressivo, ação defensiva de nossa raça;

4 - Socialismo não-marxista, iguais direitos e deveres para todos os russos, os elementos básicos da economia devem estar em mãos do Estado.


O emblema do PNSR é o "Labarum" (Lábaro), que é o monograma (desenho ou figura formada com duas ou mais letras pegas de um nome, que se emprega como distintivo deste) de Jesus Cristo, o grande Imperador Constantino o adotou como heráldica para seus soldados.

O Partido Nacional Socialista Russo é uma organização paramilitar, já que possui tropas de assalto e proteção.

Até 1998 se publicou o semanário "Shturmovik", publicação oficial do Partido desde 1994, desde o começo "Shturmovik" recebeu especial atenção dos leitores, sendo considerado um dos jornais mais populares da resistência russa. Sem nenhuma dificuldade ou ajuda, com uma linha editorial combatente e frontal, naturalmente conseguiu muitos inimigos. O ZOG (governo de ocupação sionista) declarou a guerra sem quartel ao semanário "Shturmovik", durante os 5 anos de sua circulação os distribuidores eram presos e as imprensas fechadas. O ano 1998 foi o mais triunfante para o ZOG, já que grupos comandos do Ministério do Interior russo nivelaram e destruíram a imprensa principal do semanário, o líder Konstantin Kasimovsky foi processado nos Tribunais sob o artigo 282 do código penal russo (incitação ao ódio racial e à intolerância religiosa). Em Outubro de 1998, por decisão da Corte, "Shturmovik" foi oficialmente fechado.

Em 1999, se criou um novo jornal, "Pravoye Soprotivleniye", órgão oficial e atual do PNSR.

 fonte:http://www.nuevorden.net/portugues/b_50.htm




Nenhum comentário:

Postar um comentário